EFEParis

França vive a partir desta quinta-feira aquela que já é anunciada como a maior onda de calor neste verão, com temperaturas no país que irão ultrapassar os 40 graus na sexta, quando é esperado o pico, embora o fenómeno irá prolongar-se até meados da próxima semana.

A Météo-France, o serviço meteorológico francês, indica que esta tarde as temperaturas vão subir claramente em todo o país, particularmente no sudoeste e norte da região parisiense, com máximas entre 34 e 37 graus, e pontualmente 38 na região da Nova Aquitânia.

Este organismo prevê 34 graus em Paris e 36 em cidades do sul como Bordeaux ou Toulouse.

Na sexta-feira, que será o dia mais quente, o termómetro vai subir para 35-39 graus em todo o interior de França, mas em certos pontos das regiões de Poitou Charentes e Occitânia irá atingir 41 graus.

O calor vai continuar muito presente no sábado, com temperaturas acima dos 35 graus, um fenómeno que se deslocará depois para leste.

A onda será mais prolongada do que a que foi registada no final de julho, de três dias, uma vez que se estima que durará até meados da próxima semana, quando chegam tempestades vindas do oeste.

Tudo isto depois de julho ter sido o 14º mês consecutivo com temperaturas acima da média para toda a França, um acontecimento sem precedentes desde 1900, quando começaram a ser feitos estes registos meteorológicos começaram a ser feitos. O mês de julho ficou 0,9 graus acima da média.

No seu conjunto, os primeiros sete meses de 2020 foram também os mais quentes desde que estes dados foram recolhidos, com mais 0,34 graus do recorde anterior de 2007.