EFEManila

"Bongbong" Marcos, o filho do falecido ditador Ferdinand Marcos, terá uma vitória arrasadora nas eleições presidenciais realizadas esta segunda-feira nas Filipinas, segundo uma contagem provisória não oficial.

Marcos, de 64 anos, terá conseguido quase 60% dos votos, segundo dados recolhidos a mais de metade da contagem provisória, automática e não oficial, pelo que deverá substituir na Presidência das Filipinas o polémico Rodrigo Duterte para um mandato único de seis anos.

Ferdinand Marcos foi expulso do poder em 1965 depois de uma revolução popular pacífica que acabou com o regime déspota e corrupto de 21 anos, ao longo dos quais deixou pelo menos 3.257 pessoas executadas de maneira sumária e milhares de torturados, além de cerca de 10.000 milhões de dólares espoliados dos cofres públicos.