EFEMadrid

A infanta Cristina de Borbón, filha do rei emérito de Espanha, Juan Carlos I, e o seu marido, Iñaki Urdangarin, decidiram "de comum acordo, interromper a sua relação matrimonial", depois de se ter conhecido o vínculo deste com outra mulher na semana passada.

Ambos, casados desde 1997, enviaram esta segunda-feira um comunicado à Agência EFE no qual anunciam a decisão e sublinham que o compromisso com os seus quatro filhos "permanece intacto".

Urdangarin foi condenado a cinco ano e dez meses de prisão por delitos de corrupção, pena que começou a cumprir em junho de 2018.

Desde o passado junho que já não era obrigado a pernoitar na prisão de Álava (norte de Espanha) devido a bom comportamento e cumprimento das suas obrigações.