EFECaracas

O presidente da Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela (ANC) e homem-forte do movimento chavista, Diosdado Cabello, foi infetado pelo novo coronavírus, conforme o próprio anunciou nas redes sociais nesta quinta-feira.

"Queridos companheiros e companheiras, informo que, após realizar os exames correspondentes, tive resultado positivo para COVID-19. Desde já estou isolado a cumprir o tratamento indicado, obrigado pelos bons desejos, com a moral em alto. Nós venceremos", afirmou o influente político no Twitter.

O presidente do país, Nicolas Maduro, comentou a breve mensagem de Cabello durante um evento governamental transmitido pela televisão estatal.

"O Diosdado deu positivo. Toda a minha solidariedade (...) estou certo de que, com sua força moral, espiritual e a proteção do nosso santo José Gregorio Hernández, vai passar por esses dias de tratamento e recuperação", disse.

Maduro afirmou que tinha sugerido a Cabello que se submetesse a um teste de diagnóstico para COVID-19 por causa de sintomas que pareciam com os de uma alergia.

O presidente venezuelano também contou que Cabello "está bem" de saúde e "a descansar".