EFEMadrid

Espanha desacelerou o avanço da pandemia do novo coronavírus neste domingo, ao chegar a 12.418 mortes, com um aumento de 5,7% em relação ao dia anterior, e 130.759 casos confirmados, após uma subida de 4,8%, a porcentagem mais baixa vista nas últimas semanas, segundo dados do Ministério da Saúde.

Com mais 674 mortes nas últimas 24 horas e 6.023 novas infecções, os números mostram um abrandamento em ambos os indicadores, que crescem a um ritmo mais lento do que nos dias anteriores.

Também tem caído a porcentagem de novos internados em unidades de terapia intensiva, que chegou a 6.861 pacientes, 329 a mais (5% superior à véspera), embora este número tenha superado o de sábado, quando foi registado um pequeno aumento de 1,8%, com 116 novos pacientes.

O registo mais positivo é o número de pessoas recuperadas, que aumentaram em 3.861 (11,3%), para 38.080.

A região de Madrid continua a ser o principal ponto de contágios do país, com 37.584 infectados (28,72% do total nacional) e 4.941 mortes (39,78%). O número de óbitos vem caindo há três dias, enquanto a quantidade de entradas na UCI foi mantida e as altas hospitalares aumentaram 7,68%.

A Catalunha é a segunda região mais afetada de Espanha, com 26.032 infectados e 2.637 mortes.