EFEWashington

Os Estados Unidos passaram esta terça-feira a marca de um milhão de mortes por covid-19, tornando-se no primeiro país do mundo a superar este trágico número, segundo a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

De acordo com este centro universitário, os EUA, país mais afetado pela pandemia, já contabilizam 1.000.037 mortos e mais de 82 milhões de contágios confirmados de covid-19.

A Casa Branca irá oferecer esta quarta-feira uma nova conferência de imprensa da sua equipa sobre a pandemia pela primeira vez em várias semanas.

Embora os EUA tenham sido um dos primeiros países a começar a administrar vacinas (a primeira foi em dezembro de 2020), a taxa de imunização estagnou em pouco mais de 65% da sua população, causando preocupação entre as autoridades.