EFETóquio

As autoridades japonesas ativaram hoje o alerta por possível erupção vulcânica no monte Hakone, e fecharam todos os acessos a esta paisagem natural que é visitada anualmente por milhões de turistas.

A Agência Meteorológica do Japão (JMA) declarou o segundo nível de alerta (de uma escala de cinco níveis) após detetar um aumento da atividade sísmica e emanações incomuns de vapores perto do topo do vulcão.

As autoridades fecharam todas as estradas e caminhos de acesso e recomendaram não se aproximar do monte, situado a cerca de 80 quilómetros ao sudoeste de Tóquio dentro do parque nacional e para o qual não se activava o alerta vulcânico desde 2015.

A zona de Hakone é conhecida pelas vistas que oferece ao monte Fuji, o mais alto do Japão, pelas suas rotas pedestres e pelos seus onsen (banhos termais japoneses).

O parque natural onde fica o monte foi o mais visitado do país em 2017, com um total de 2,58 milhões de visitantes, segundo dados do Ministério japonês do Ambiente.

O Japão está situado no anel de fogo do Pacífico e conta no seu território com mais de uma centena de vulcões ativos e inativos.