EFEParis

França fechou 81 escolas e 2.100 turmas devido a positivos de COVID-19, indicou esta quarta-feira o ministro francês da Educação, Jean-Michel Blanquer, duas semanas depois da reabertura das escolas, dados que considera muito aceitáveis.

Blanquer indicou na cadeia "LCI" que o saldo é positivo tendo em conta que existem no país cerca de 60.000 escolas.

"Com apenas 0,13% das escolas fechadas e 0,3% das turmas, o regresso foi bom", apontou.

A 7 de setembro, o saldo era de 28 estabelecimentos e 262 turmas fechadas.

O número de novos positivos em toda a França subiu para 7.852 na terça-feira, face aos 6.158 na segunda, elevando o número total de casos positivos desde o início da pandemia para 395.104, de acordo com os números das autoridades sanitárias.

No último dia houve também 49 mortes por coronavírus, 37 das quais em hospitais. Desde o início da epidemia, 30.999 pessoas morreram em França como consequência da COVID-19.