EFEParis

O uso obrigatório de máscara no exterior em França termina já esta quinta-feira, enquanto o recolher obrigatório irá ser retirado antes do que o programado, no próximo 20 de junho, informou esta quarta o primeiro-ministro francês, Jean Castex.

"Vamos retirar a obrigatoriedade geral de usar máscara ao ar livre. Não será obrigatória, exceto em algumas circunstâncias. Os decretos serão modificados a partir de amanhã", disse Castex em conferência de imprensa.

O primeiro-ministro francês defendeu manter o ritmo de vacinação atual no país e relembrou que o nível da circulação do vírus é o mais baixo desde agosto de 2020.

Na sua conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, Castex detalhou que o recolher obrigatório, que é aplicado há 7 meses e meio, vai terminar dez dias antes do previsto no plano governamental, a 20 de junho, não a 30.

Com 16,5 milhões de pessoas com a vacinação completa (um pouco mais do quinto da população), o primeiro-ministro pediu para acelerar ainda mais o ritmo de injeções.

As máscaras, obrigatórias há mais de sete meses, terão que continuar a ser usadas nos lugares fechados e em determinadas situações, como em filas ou aglomerações, segundo o primeiro-ministro francês.