EFENursultán

O Governo do Cazaquistão considera estabilizada a situação em todas as regiões da república centroasiática, onde os detidos nos protestos e distúrbios dos últimos dias ascendem já a quase seis mil, muitos deles estrangeiros.

Durante uma reunião do gabinete de crise o presidente, Kasim-Yomart Tokáyev, foi informado hoje de que "em todas as regiões a situação estabilizou".

"As forças de segurança libertaram todos os edifícios administrativos e foi restabelecido o trabalho dos serviços comunales e outros sistemas básicos", informou a Presidência em comunicado.

Tokáyev sublinhou que os órgãos de segurança do Estado vão tomar as medidas necessárias para a plena restauração da ordem e a segurança no país.