EFEAtenas

A Grécia vai oferecer aos maiores de 30 anos a quarta dose da vacina contra a covid-19, com a qual procura travar o rápido crescimento dos contágios.

Esta medida foi dada a conhecer esta quinta-feira pelo Comité Nacional de Vacinação grego, que, até agora, só recomendava a inoculação da quarta dose aos maiores de 60 anos e imunodeprimidos.

Em menos de um mês, os contágios duplicaram e voltaram a passar a barreira dos 10.000 casos, números não vistos na Grécia desde meados de abril e que também têm causado subidas nas hospitalizações.

O índice de positividade disparou na semana passada nas ilhas mais turísticas do Egeu, onde chegou a marcar 50% em Mykonos, 33% em Santorini e 32% em Milos.

A percentagem de pessoas vacinadas com as duas doses na Grécia continua em 71%, enquanto o valor de pessoas com a dose de reforço está em apenas 57%.