EFESydney (Austrália)

Os incêndios registados perto da cidade de Casino, no leste da Austrália, já destruíram 20 imóveis e mais de 100.000 hectares de floresta, informaram esta quarta-feira fontes oficiais.

Mais de 40 focos de incêndio simultâneos estão ativos no estado de Nova Gales do Sul, apesar das temperaturas terem diminuído na região. Só os incêndios em Drake e Busbys Flat, próximas a Casino, destruíram 90 mil hectares, segundo o Serviço Rural de Bombeiros da Austrália.

O órgão explicou que dois focos se juntaram ao longo da noite, provocando grandes danos na região. A pequena cidade de Rappville, ao sul de Casino, onde vivem apenas 250 habitantes, é a mais afetada pelas chamas.

O primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, informou que 20 casas foram destruídas pelo fogo e disse que vai apoiar os moradores da região.

Perto do estado de Queensland, os bombeiros estão a combater outros 30 focos de incêndio. Por enquanto, um imóvel foi destruído na área.

A temporada de incêndios na Austrália varia conforme a região e as condições meteorológicas, mas, normalmente, são registados no verão, entre os meses de dezembro e março.

Os piores incêndios registados no país nas últimas décadas ocorreram em fevereiro de 2009, quando 173 pessoas morreram e 414 ficaram feridas no estado de Victoria, no sul do país. Na época, o fogo queimou uma superfície de 4.500 quilómetros quadrados.