EFEPalu (Indonésia)

O presidente da Indonésia, Joko Widodo, começou a coordenar a chegada de ajuda internacional para os sobreviventes do terramoto e do tsunami que atingiram a ilha de Célebes e devastaram as cidades de Palu e Donggala, informaram hoje fontes oficiais.

"Ontem à noite, o presidente Jokowi autorizou-nos a aceitar ajuda internacional para a urgente resposta e assistência após o desastre. Estou a ajudar a coordenar a ajuda do setor privado", disse o chefe do conselho para os investimentos do Governo, Tom Lembong, nas redes sociais.

Lembong acrescentou que as Forças Armadas, o Ministério dos Negócios Estrangeiros e outras instituições ajudam a coordenar o setor público.

Neste momento alimentos e gasolina são prioridades para os sobreviventes da catástrofe, que deixou 832 mortos, segundo o último balanço oficial, e em cuja zona zero do tsunami continuam a aparecer corpos.

O desastre também deixou 540 feridos e 16.732 deslocados.

As autoridades continuam os trabalhos de busca e resgate de sobreviventes e vítimas, enquanto técnicos trabalham para restabelecer os serviços básicos.