EFERio de Janeiro

Um juiz do Brasil emitiu esta terça-feira uma ordem de prisão contra o expresidente paraguaio Horacio Cartes (2013-2018) por um caso relacionado com a Operação Lava Jato, informaram fontes oficiais.

A decisão foi tomada pelo juiz federal Marcelo Bretas, encarregado das investigações em Rio de Janeiro sobre os milionários desvios que ocorreram na petrolífera estatal Petrobras e destaparam um vasto esquema de corrupção de dimensão internacional.

A procuradoria suspeita que o ex-presidente ajudou Dario Messer, considerado como o "maior cambista de Brasil" e detido em São Paulo em julho passado, a fugir do Paraguai, segundo o site G1.

Segundo as investigações, Messer liderou uma sofisticada rede de lavagem de dinheiro transnacional que moveu milhões de dólares nas últimas décadas e foi uma figura essencial para a prática de delitos como corrupção, evasão de impostos e de divisas.