EFENova Iorque

O narcotraficante mexicano Joaquín "El Chapo" Guzmán Loera foi condenado esta quarta-feira a prisão perpétua, mais 30 anos adicionais, por um juiz federal de Nova Iorque, o que põe fim a este longo processo judicial, que começou com a sua detenção no México em 2016 e a sua posterior extradição aos EUA.

"El Chapo", de 62 anos, já tinha sido declarado culpado em fevereiro por um júri das 10 acusações que enfrentou, incluída a participação numa associação criminosa contínua e as acusações de tráfico de drogas, entre outros.