EFEParis

O presidente francês, Emmanuel Macron, foi atingido por um ovo esta segunda-feira durante uma visita ao Salão Internacional da Restauração e do Turismo que se realiza na cidade de Lyon.

O atirador, logo depois de lançar o ovo, que não se partiu, gritou "Viva a Revolução".

Macron foi rapidamente cercado pela equipa de segurança e, logo depois de ser atingido, pediu para falar com o homem que o acertou.

"Se tem algo para me dizer, que venha", disse o presidente francês, que afirmou que iria conversar com o jovem, ainda não identificado, mais tarde.

Até ao momento do incidente, Macron fazia uma longa visita ao salão, onde os empresários da restauração lhe agradeceram pelo apoio durante os piores momentos da pandemia de covid-19.

O Governo anunciou que este setor estará isento de impostos das taxas referentes ao uso de cartão de crédito, uma das reivindicações feitas nos últimos meses.

O ato de hoje foi um dos muitos que têm contado com a presença recente de Macron, com uma agenda bastante movimentada a sete meses das eleições presidenciais francesas.

Macron protagonizou um incidente similar no passado dia 8 de julho na localidade de Tain-L'Hermitage, onde foi esbofeteado por um homem depois condenado a quatro meses de prisão pela agressão.