EFEParis

O presidente francês, Emmanuel Macron, rejeitou a demissão da primeira-ministra, Élisabeth Borne, depois do resultado negativo das eleições legislativas de domingo, indicou esta terça-feira o Eliseu.

"A primeira-ministra apresentou a sua demissão ao presidente da República, que a recusou para que o Governo possa continuar a realizar as suas funções nestes dias", assinalou uma fonte da sede presidencial francesa.

Macron começa esta terça uma série de reuniões com líderes de partidos políticos para procurar uma solução ao quebra-cabeças criado pelo resultado das eleições, nas quais o Governo perdeu a sua maioria absoluta na Assembleia Nacional mas a oposição, muito fracionada, não consegue apresentar uma alternativa.

Depois desse resultado, os dirigentes do partido de esquerda A França Insubmissa (LFI) pediram a demissão de Borne, que chegou ao cargo no passado 16 de maio.

Além disso, alguns deputados do LFI avançaram que têm a intenção de apresentar uma moção de censura contra o Governo, embora a coligação de esquerda da qual faz parte não se pronunciou sobre esta possibilidade.