EFENova Iorque

A farmacêutica Moderna anunciou esta segunda-feira que a sua vacina contra a covid-19 mostrou resultados promissores para crianças na faixa etária dos 6 aos 12 anos, demonstrando uma "resposta robusta de anticorpos neutralizantes".

A empresa informou em comunicado que a sua vacina de 50 microgramas e de dose dupla, denominada "KidCOVE", foi administrada a 4.753 participantes nos testes clínicos e com uma reação na sua maioria positiva, apenas com ligeiros efeitos secundários tais como fadiga, dor de cabeça ou dor no local da injeção.

Todos os participantes terão o seu estado monitorizado pelo Moderna durante 12 meses a partir da segunda injeção para controlar o seu nível de proteção e segurança, o que poderá levar a alterações nos dados recolhidos até agora.

A empresa vai apresentar estes resultados à Administração de Medicamentos e Alimentos dos Estados Unidos (FDA) e à Agência Europeia de Medicamentos (EMA) para uma eventual aprovação, visto que a ideia de vacinar as crianças é cada vez mais falada ao nível mundial.

Além disso, a Moderna prossegue com a investigação de uma possível vacina para crianças mais novas, com idades entre os 6 meses e os 6 anos, e já inscreveu 5.700 participantes nos EUA e no Canadá.