EFECairo

Mohamed bin Zayed al Nahyan, um dos homens mais poderosos do Médio Oriente, tornou-se depois da morte do seu irmão Jalifa no novo emir de Abu Dabi e presidente dos Emiratos Árabes Unidos (EAU), um país que já esteve a governar na sombra do seu antecessor há uma década.

Mohamed bin Zayed, conhecido como MBZ, governa de facto o pequeno país rico em petróleo desde 2014, quando o difunto presidente Jalifa sofreu um derrame cerebral que o afastou da vida pública, e também do processo de tomada de decisões.

MBZ foi testemunha da transformação dos Emiratos da pobreza à riqueza, e empenhou-se nos últimos anos em tornar o país -nos seus inícios insignificante no aspecto geopolítico- numa das maiores potências regionais, tanto a nível militar como económico e político.