EFENova Deli/Daca

Pelo menos 84 pessoas morreram pela passagem destrutiva do ciclone Amphan pelo este da Índia e sudoeste do Bangladesh, 72 dos quais foram no estado oriental indiano de Bengala, o mais atingido por um desastre que deixou ainda incontáveis danos materiais.

A líder do Governo de Bengala, Mamata Banerjee, informou esta quinta que o número de mortos pela passagem do ciclone pela região na quarta subia da dezena inicial a 72.

"Nunca tinha visto um desastre assim", ressaltou Banerjee em videoconferência, segundo recolhe a imprensa local.