EFEValência

O número de idosos que morreram num incêndio ocorrido na noite de terça-feira num lar de idosos na cidade de Moncada, no leste de Espanha, subiu para seis, após um dos internados não ter resistido aos ferimentos, disseram hoje fontes dos serviços de emergência locais à Agência Efe.

O fogo começou num quarto no primeiro andar do lar, cujos dois ocupantes morreram, e também causou a morte de outros três residentes que estavam perto. Além disso, 15 pessoas foram hospitalizadas.

Segundo a Guarda Civil, no momento do incêndio havia 81 pessoas no lar. Três agentes que participaram na retirada dos idosos precisaram de atendimento médico devido a intoxicação de fumo.

A Guarda Civil espanhola informou também que as causas do incêndio ainda são desconhecidas e estão a ser investigadas.

Numa mensagem partilhada nas redes sociais, o presidente do Governo de Espanha, Pedro Sánchez, expressou as suas condolências às famílias das vítimas.

A autarquia de Moncada decretou três dias de luto oficial devido à tragédia.