EFEGenebra

O Comité de Emergência da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a covid-19 concluiu na sua última reunião que a pandemia está ainda "longe do seu fim", pelo que optou manter a emergência internacional para coronavírus declarada a 30 de janeiro de 2020.

Segundo informou a OMS esta terça-feira, a nona reunião do comité de especialistas, convocado a cada três meses para analisar o estado atual da crise sanitária, acordou por unanimidade que o coronavírus continua a ter potencial para se transmitir internacionalmente e ainda requer uma resposta global.

A continuação do alerta internacional representa a necessidade de que todos os Estados continuem a aplicar respostas ao coronavírus, tais como medidas de distância social, vacinação, diagnóstico rápido e tratamentos, apontou o comité em comunicado.

Os especialistas também reiteraram o apelo feito nos últimos meses pelo diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, para que 40% da população de todos os países esteja vacinada antes de finais de 2021, uma taxa que muitas economias em desenvolvimento ainda estão longe de alcançar.