EFEBerlim

Bento XVI encontra-se gravemente doente por uma infecção de herpes zóster na cara desde que regressou a Roma no final de junho depois de visitar em Ratisbona o seu irmão, o arcebispo Georg Ratzinger, que morreu no passado 1 de julho, informa o "Passauer Neue Presse", que cita o biógrafo do papa emérito.

Segundo o biógrafo Peter Seewald, que no sábado passado entregou a Joseph Ratzinger a sua biografia, o papa emérito, de 93 anos, encontra-se num estado extremamente delicado, embora se tenha mostrado otimista durante o encontro de ambos, assinala o jornal.

Seewald explicou que Bento XVI raciocina e mantém a memória, apesar da sua voz ser praticamente imperceptível, e que o papa emérito disse que está a recuperar forças e que possivelmente volte a escrever umas linhas.

O testamento espiritual de Bento XVI já está redigido e será tornado público depois da sua morte, acrescentou.

Ratzinger expressou o seu desejo de repousar na antiga tumba do seu predecessor, o papa João Paulo II, na cripta de São Pedro.

João Paulo II repousa agora numa capela lateral junto à Piedade de Miguel Ângelo.

Seewald e Bento XVI publicaram conjuntamente quatro livros de entrevistas.

A de Seewald é a biografia mais ampla e detalhada do papa emérito, encontra-se na terceira edição depois da sua publicação deste ano e já está previsto que seja traduzida a outros dez idiomas.