EFEMadrid

O tenor Plácido Domingo decidiu retirar as suas próximas representações de "La Traviata" no Teatro Real de Madrid e também vai cancelar as representações nos teatros e nas companhias que tenham dificuldades para realizar esses compromissos.

Num comunicado enviado à Efe, Plácido Domingo expressa que quer oferecer uma "declaração adicional" para corrigir a "falsa impressão gerada pelas minhas desculpas em alguns dos artigos que informaram sobre a investigação" do sindicato de artistas musicais dos Estados Unidos AGMA, a propósito das denúncias de assédio de várias mulheres contra o tenor.

No texto, Domingo ressalta que o seu pedido de desculpas foi "sincero" e de todo o "coração", perante a possibilidade de que pudesse ter ferido alguém por "qualquer coisa" que tenha dito ou feito. "Como o manifestei em repetidas ocasiões, nunca foi a minha intenção de magoar ou ofender ninguém", assinalou.

Mas afirma que, apesar disso, "sei o que não fiz e vou negá-lo novamente. Nunca me comportei agressivamente e nunca fiz nada para obstruir ou prejudicar a carreira de ninguém".