EFELa Paz

A senadora Jeanine Áñez, que preside a Bolívia interinamente desde a demissão de Evo Morales, anunciou esta sexta-feira que será candidata às eleições do próximo dia 3 de maio.

Na última terça-feira, quando uma possível candidatura começou a ser debatida por aliados, Áñez disse que não iria entrar na luta eleitoral e que tinha cumprido o seu papel ao convocar as eleições que serão realizadas daqui a três meses.