EFESanta Cruz de La Palma (Espanha)

A reativação do vulcão Cumbre Vieja causou 184 terramotos na ilha espanhola de La Palma nas últimas 24 horas, 17 dos quais foram sentidos pela população, segundo dados do Instituto Geográfico Nacional (IGN).

O de maior magnitude, 4,2, aconteceu às 5:05 GMT desta terça-feira em Villa de Mazo, onde no último sábado foi também sentido um sismo de 4,9, o mais forte registado desde que o vulcão entrou em erupção há mais de um mês.

Dos sismos restantes, 80 tiveram uma magnitude igual ou superior a 3,0 mbLg, todos eles registados em Fuencaliente e Villa de Mazo, onde se concentra a atividade sísmica da ilha.

O vulcão sofreu na última noite uma nova rutura do cone que provocou transbordamentos de magma e deslizamentos de terra, levando ao deslocamento de uma grande quantidade de lava maioritariamente para oeste.

Quanto à qualidade do ar em La Palma, as condições meteorológicas estão a favorecer a situação, o que facilita também as operações nos aeroportos das Canárias.