EFEMoscovo

A Rússia afirmou esta quarta-feira que um total de 694 militares ucranianos se renderam durante o dia anterior na fábrica metalúrgica de Azovstal, em Mariupol, pelo que o número de combatentes que se entregaram como prisioneiros desde segunda sobem a 959.

"Renderam-se nos últimos dias 694 combatentes, entre eles 29 feridos. Ao todo, desde 16 de maio, renderam-se 959 combatentes, entre eles 80 feridos", informou o Ministério da Defesa da Rússia no seu relatório bélico matinal.