EFEMoscovo

A Rússia afirmou esta quinta-feira que a informação sobre um grupo russo ter estado disposto em 2017 a apoiar económica e militarmente a Catalunha caso fosse declarada independência "excedem o absurdo".

"Estas informações baseiam-se exclusivamente em declarações de representantes das forças separatistas que encontram processadas judicialmente", disse em conferência de imprensa o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Maria Zakharova.

Zakharova acrescentou que Moscovo entende que "estas pessoas estão dispostas a fazer todo o tipo de declarações, inclusivamente as mais incríveis e disparatadas, com o objetivo de internacionalizar por qualquer meio o processo" judicial.