EFEMadrid

O presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, agradeceu esta quinta-feira ao ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva os elogios sobre o recente acordo com os agentes sociais sobre a reforma laboral e destacou que o pacto é "uma conquista coletiva de Espanha".

Na sua conta pessoal do Twitter, Sánchez respondeu a outro tweet de Lula da Silva, que referiu Espanha como exemplo para revogar a reforma laboral no Brasil, algo que pretende fazer caso regresse ao poder nas eleições presidenciais deste ano.

"É importante que os brasileiros sigam de perto o que está a acontecer na reforma laboral em Espanha, onde o presidente Pedro Sánchez está a trabalhar para recuperar os direitos dos trabalhadores", comentou Lula nessa rede social.

Sánchez agradece a Lula por reconhecer "este novo modelo de legislação laboral que irá garantir os direitos de todos e todas".

Segundo Pedro Sánchez, o acordo alcançado no passado 23 de dezembro entre o Executivo, a patronal e os sindicatos espanhóis, que modifica aspetos base da regulação laboral, "é uma conquista coletiva de Espanha, um compromisso do Governo e exemplo de que, com diálogo e acordos, podemos construir um país mais justo e solidário".