EFESydney (Austrália)

O Supremo Tribunal da Austrália anulou esta terça-feira a sentença de seis anos de prisão imposta ao cardeal George Pell, ex-tesoureiro do Vaticano, por abuso sexual de dois menores nos anos 90.

"Há uma possibilidade significativa de que uma pessoa inocente possa ter sido condenada porque os elementos de prova não demonstram a culpabilidade ao nível de prova exigido", considerou o painel completo de juízes do tribunal, de acordo com a decisão -que não contempla recurso- obtida pela Efe.

O processo por pedofilia contra o cardeal, que ocupou aquele que é visto como o terceiro cargo mais importante da Santa Sé, foi baseado no depoimento de uma das duas supostas vítimas, que o denunciou em 2014, depois da outra ter morrido de overdose.

Pell, de 78 anos, está na prisão em Barwon, a cerca de 68 quilómetros da cidade de Melbourne, onde a imprensa aguarda a sua liberação.

Ao contrário de outros momentos do processo contra o religioso, não haverá manifestações de massas nem a favor nem contra devido às restrições impostas pela pandemia de COVID-19.

A equipa de advogados de Pell, liderada por Bret Walker, argumentou que a decisão dos juízes do Supremo Tribunal do Estado de Victoria, que em agosto do ano passado manteve a sentença proferida por um juiz de um tribunal de instância menor, deixava margem para dúvidas fundamentadas.

Segundo a defesa, os dois juízes que confirmaram a condenação -enquanto outro optou por revogá-la- cometeram um erro ao exigir que Pell provasse a sua inocência pelos crimes pelos quais foi condenado.

O religioso foi condenado em março de 2019 por cinco acusações de abuso sexual, incluindo uma de penetração oral, cometidas contra dois rapazes no coro da Catedral St Patrick's em 1996 e 1997, quando era Arcebispo de Melbourne.

Nesta semana, a rede de televisão local "ABC" transmitiu dois novos depoimentos de suspostas vítimas de abuso sexual do cardeal, relacionados com um caso arquivado dos anos 70, quando ele era padre na sua cidade natal, Ballarat, no sul da Austrália.