EFEWashington

Pelo menos oito pessoas morreram na noite desta quinta-feira num tiroteio num armazém da empresa de serviços postais FedEx em Indianápolis (Indiana, Estados Unidos), segundo informaram as autoridades.

Para além dos oito mortos no ataque, o autor do tiroteio parece ter cometido suicídio.

Segundo uma porta-voz da Polícia de Indianápolis, Genae Cook, o ataque aconteceu pouco depois das 23h00 locais (03h00 de sexta-feira GMT) num armazém da FedEx perto do aeroporto de Indianápolis, onde trabalham 4.500 pessoas.

À chegada, os agentes encontraram vítimas dentro e fora do armazém.

Para além das oito pessoas que foram mortas no local, várias outras foram levadas para hospitais com ferimentos, e pelo menos uma delas está em estado grave.

Cook não ofereceu detalhes sobre o atacante ou os seus possíveis motivos, embora várias testemunhas tenham indicado aos meios de comunicação locais que se tratava de um homem branco.

As autoridades convocaram todos os membros da família que desconhecem o paradeiro dos seus entes queridos para um hotel próximo, onde estão a receber assistência.

Nas últimas semanas tem havido um aumento nos tiroteios em massa nos Estados Unidos. O ocorrido a 22 de março num supermercado do Colorado, com dez falecidos, foi o com mais vítimas mortais.

Uma semana antes, a 16 de março, um homem matou oito pessoas em vários ataques a casas de massagens asiáticas em Atlanta (Geórgia).