EFETeerão

O diretor da Organização de Portos e Navegação da província iraniana de Hormozgan, Alahmorad Afifipur, informou neste domingo que a tripulação do petroleiro britânico capturado Stena Impero está a salvo e em boas condições de saúde.

Os 23 membros da tripulação, majoritariamente indianos, permanecem no navio, que está numa "zona segura" do porto de Bandar Abbas, em Hormozgan, disse Afifipur à televisão estatal do Irão.

O diretor insistiu em que a embarcação e a tripulação não correm perigo e que as suas necessidades irão ser atendidas.

Sobre o tempo que a investigação em curso pode levar, Afifipur afirmou que depende das apurações, da colaboração da tripulação e do acesso às provas.

"Tentaremos coletar todas essas informações o mais rápido possível", ressaltou.

O Stena Impero é investigado por colidir com um barco pesqueiro e não responder aos seus sinais de advertência, assim como por navegar por uma via errónea no estreito de Ormuz e desligar o seu localizador, embora também haja um cenário político.

A empresa Stena Bulk, proprietária do petroleiro, negou que o navio, que se dirigia dos Emirados Árabes Unidos a um porto da Arábia Saudita, descumpriu as normas de navegação.

O ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, Jeremy Hunt, disse no sábado que a captura do Stena Impero coloca "graves dúvidas" sobre a segurança da navegação internacional no estreito de Ormuz.

A retenção da embarcação gerou uma crise diplomática entre Teerão e Londres e aumentou a tensão no golfo Pérsico, onde nos últimos meses ocorreram vários incidentes com navios e drones.