EFEIstambul

O veto na Turquia à enciclopédia digital Wikipedia tem as horas contadas após a publicação oficial na quarta-feira de uma sentença do Tribunal Constitucional, que considera que o bloqueio atenta contra a liberdade de expressão.

O jornal oficial do Estado publicou hoje a decisão do tribunal, emitida no passado 26 de dezembro, que considera a proibição uma violação dos direitos garantidos pela Carta Magna.

Espera-se que as autoridades permitam o acesso ao site nas próximas horas, em conformidade com a decisão do tribunal superior.

A autoridade turca de Telecomunicações impôs um bloqueio ao acesso à Wikipedia em abril de 2017 depois de exigir, sem sucesso, que a enciclopédia removesse as entradas que especulavam sobre um suposto apoio do Governo turco à milícia jihadista Estado Islâmico na Síria.

A Wikipedia recusou intervir no conteúdo dos artigos, que são produzidos através de um processo de debate entre um imenso número de colaboradores, muitas vezes anónimos.

A lei turca permite ao Executivo bloquear sites que considera uma ameaça à segurança nacional, e uma decisão do tribunal em Ancara apoiou então a decisão.

Mas a fundação Wikimedia, matriz da enciclopédia electrónica gratuita, recorreu da decisão nos tribunais turcos, e a decisão do Tribunal Constitucional confirmou-a.