EFEBruxelas

A União Europeia (UE) já deu pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus a 70% da sua população, anunciou esta terça-feira a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen.

"A UE manteve a sua palavra e cumpriu. O nosso objetivo era proteger 70% dos adultos na União Europeia com pelo menos uma dose em julho. Hoje chegamos a esse objetivo. E 57% dos adultos já tem a proteção completa com a dupla vacinação", disse a política alemã em comunicado.

Von der Leyen acrescentou que estes números colocam o clube comunitário "entre os líderes mundiais", mas pediu para "manter o esforço".

Nesse sentido, avisou que a variante delta é "muito perigosa", pelo que incentivou a todos para se vacinarem caso tenham a oportunidade, de modo a proteger "a sua própria saúde e a dos outros".

A presidente do Executivo comunitário destacou que a UE "vai continuar a fornecer volumes suficientes de vacinas".

A comissária da Saúde e Segurança Alimentar, Stella Kyriakides, disse que a UE pode sentir-se "coletivamente orgulhosa", salientando que as projeções indicam que 70% da população da UE terá ambas as doses até ao final do verão.

No entanto, reiterou que a ameaça de variantes mais contagiosas é "presente e real".

"Temos de fechar a lacuna da imunidade e a porta a novas variantes. As vacinas devem vencer a corrida contra as variantes", disse Kyriakies, que também apelou aos cidadãos para "confiarem na ciência e serem vacinados".