EFEKiev

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, garantiu esta segunda-feira que "muito em breve haverá dois Dias da Vitória na Ucrânia", em alusão ao triunfo sobre a Alemanha nazi na II Guerra Mundial, que hoje se comemora na Ucrânia e Rússia, e outro para recordar o triunfo que espera conseguir no atual conflito com Moscovo.

Só "um louco" pode querer repetir o que aconteceu na II Guerra Mundial e qualquer um que repita crimes como os ocorridos então está a imitar a filosofia nazi, denunciou Zelensky no discurso publicado no seu website no âmbito do 77º aniversário do Dia da Vitória sobre a Alemanha, em clara alusão ao presidente russo, Vladimir Putin.

Coincidindo com este aniversário, a Ucrânia luta "por uma nova vitória" para travar a invasão que a Rússia lançou contra o seu país no passado 24 de fevereiro e, embora tenha reconhecido que o caminho está a ser difícil, mostrou-se convencido de que o triunfo irá chegar.

Zelensky recordou que o seu país já passou por diferentes guerras e que nenhum inimigo conseguiu ficar na Ucrânia e criar raízes porque, assegurou, não há invasor que consiga governar o povo livre ucraniano.