EFECaracas

A alta comissária da Organização das Nações Unidas (ONU) para os direitos humanos, Michelle Bachelet, anunciou esta sexta-feira os acordos com o Governo de Nicolás Maduro para monitorizar a situação dos direitos humanos na Venezuela e pediu a libertação de todos os detidos "por exercerem os seus direitos civis e políticos de forma pacífica".

"Conseguimos chegar a vários acordos. Temos o compromisso expresso do Governo de realizar uma avaliação da comissão nacional de prevenção da tortura, bem como avaliar quais são os principais obstáculos no acesso à Justiça no país", disse Bachelet, minutos antes de deixar a Venezuela.