EFELondres

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou esta sexta-feira que há "provas" de que a variante do coronavírus identificada no Reino Unido "está associada a um maior nível de mortalidade", para além de ser mais contagiosa.

Johnson explicou em conferência de imprensa que, devido ao impacto desta nova variante, o sistema de saúde público (NHS) está "submetido a uma maior pressão", mas acrescentou que as vacinas que estão a ser administradas são, segundo os cientistas, eficazes contra as novas variantes já detetadas.