EFEBruxelas

A Comissão Europeia (CE) disse esta segunda-feira que espera poder entregar "dentro de semanas ou dias" os primeiros fundos de recuperação aos 16 países cujos planos de reconstrução já receberam a autorização definitiva da União Europeia (UE).

"A Comissão pagará o pré-financiamento assim que as disposições técnicas destes pagamentos forem acordadas com cada Estado-membro. Isto deve ser uma questão de semanas ou, em alguns casos, de dias", disse o vice-presidente da CE e comissário da Economia, Valdis Dombrovskis.

O político letão fez estas declarações durante a conferência de imprensa na sequência da videoconferência realizada hoje pelos ministros das Finanças dos 27 para dar luz verde aos planos da Croácia, Chipre, Lituânia e Eslovénia.

Além disso, no passado 13 de julho deram o aval final aos planos de doze outros países.

Assim que estes documentos recebam a aprovação dos países, cada Estado-membro deve assinar os acordos de financiamento com a Comissão Europeia.

Bruxelas tem então dois meses para pagar a cada país um adiantamento (pré-financiamento) de 13% de todo o dinheiro em cada plano nacional.

A CE angariou até à data cerca de 50.000 milhões de euros nos mercados para financiar o fundo de recuperação.

Dombrovskis assegurou esta segunda-feira que Bruxelas pode afirmar "com um elevado grau de confiança" que será capaz de cobrir as necessidades de pré-financiamento "na totalidade".