EFEMadrid

O Congresso espanhol rejeitou hoje o Orçamento do Estado de 2019 proposto pelo Executivo socialista, que governa em minoria, o que abre as portas a uma antecipação das eleições gerais.

Votaram contra, por motivos diferentes, os conservadores do Partido Popular, os liberais do Ciudadanos e os partidos independentistas catalães ERC e PDeCAT, enquanto socialistas, Unidos Podemos (esquerda) e os nacionalistas bascos apoiaram o projeto orçamental.