EFEAtenas

O líder do partido conservador Nova Democracia, Kyriakos Mitsotakis, tomou posse esta segunda-feira do cargo de primeiro-ministro da Grécia numa cerimónia realizada um dia depois da vitória do seu partido nas eleições antecipadas no país.

Ao contrário do seu antecessor, o esquerdista Alexis Tsipras, o líder conservador optou por tomar posse com um juramento religioso e perante o arcebispo de Atenas, Jerónimo II, e vários representantes da Igreja Ortodoxa.

A cerimónia foi realizada na presença da esposa e dos três filhos de Mitsotakis.

Nas eleições deste domingo, o Nova Democracia conseguiu a maioria absoluta com 39,8% dos votos e 158 das 300 cadeiras que formam o parlamento, enquanto o Syriza obteve 31,5%, o que lhes dá 86 deputados.

A grande diferença de cadeiras deve-se ao fato da lei eleitoral grega conceder um bónus de 50 cadeiras ao partido vencedor, um sistema que será abolido na próxima legislatura.

As eleições de domingo mostram que a Grécia se tornou num país polarizado, com uma espécie de "bipartidarismo" com um Syriza forte como principal partido da oposição.

Este resultado foi o melhor do Nova Democracia em mais de uma década.