EFELisboa

O Instituto Nacional de Saúde "Ricardo Jorge" (INSA) de Portugal confirmou esta segunda-feira a deteção de três casos de covid da variante Ómicron depois das respetivas análises.

Os casos de covid correspondem a treze jogadores de futebol da equipa do Belenenses, da Primeira Divisão portuguesa, confirmaram à Agência EFE fontes do INSA.

O futebolista sul-africano Cafú Phete, que pertence a este clube, regressou no passado domingo, 22 de novembro, a Portugal depois de jogar dois encontros com a seleção do seu país.

Segundo o Instituto Nacional de Saúde, as amostras dos 13 futebolistas foram analisadas este domingo, 28 de novembro, já que entre os positivos encontrava-se o jogador internacional sul-africano que tinha acabado de regressar a Portugal.

Nos primeiros resultados obtidos há amostras claras de que os treze casos estão "relacionados com a variante Ómicron".

No entanto, para que haja uma prova científica total, nas próximas horas será feita a "sequenciação" das amostras para garantir a 100% que se trata dessa nova variante, explicaram à EFE fontes do INSA.

Como medida sanitária, todos os jogadores encontra-se em isolamento, assim como todas as pessoas que tiveram contacto com eles.