EFELa Paz

Os distúrbios registados no departamento de Cochabamba, palco de grandes conflitos entre manifestantes e a polícia - agora apoiada pelas Forças Armadas da Bolívia -, deixaram cinco mortos e 22 feridos.

O representante da Defensora do Povo da Bolívia em Cochabamba, Nelson Cox, relatou à Efe que, "penosamente, há cinco (mortos) na cidade de Sacaba".

Cox explicou que os corpos são de manifestantes que foram transferidos a um hospital "com ferimentos de bala", mas morreram antes de chegar às instalações.

Segundo Cox, as forças conjuntas de polícia e militares realizaram uma operação "desproporcional" face à manifestação, que nos dias anteriores terminou com pessoas feridas por balas.