EFESydney (Austrália)

O tenista sérvio Novak Djokovic abandonou a Austrália num voo com destino ao Dubai, segundo a imprensa local, depois de um tribunal ter autorizado este domingo o cancelamento do seu visto e a sua deportação.

O voo, da companhia aérea Emirates, partiu desde o aeroporto Tullamarine de Melbourne por volta das 22h50 (11h50 GMT).

O tenista, que não está vacinado contra a covid-19, violando assim as leis de entrada implementadas pelo país austral contra a pandemia, não poderá defender a sua coroa no Open da Austrália, que começa na segunda-feira.

Os juízes do Tribunal Federal da Austrália decidiu este domingo de maneira unânime, depois de uma audiência por videoconferência, que o cancelamento do visto do tenista por parte do ministro da Imigração, Alex Hawke, tem fundamento legal, pelo que Djokovic devia ser deportado.