EFEHaia

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) encontrou esta terça-feira um "possível vínculo" entre coágulos sanguíneos muito raros e a vacina para a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica Janssen, mas confirmou que o balanço benefício-risco deste fármaco continua a ser "positivo".

Depois de duas semanas de investigações de seis casos de trombembolismos muito raros detetados em pacientes vacinados com a Janssen nos Estados Unidos, a EMA decidiu acrescentar ao folheto da vacina uma advertência do possível risco, muito pequeno, de coagulação sanguínea, mas continua a recomendar o seu uso na União Europeia (UE).