EFEBarcelona

Uma pessoa morreu, seis ficaram feridas -duas delas em estado grave- e outra encontra-se desaparecida devido à explosão desta tarde num complexo petroquímico na zona industrial do sul de Tarragona (Espanha).

O Ministério do Interior espanhol deu a conhecer através de uma mensagem no Twitter o último balanço das vítimas do acidente químico, que obrigou milhares de moradores de Tarragona e dos seus arredores a ficarem confinados às suas casas, embora não haja risco de uma nuvem tóxica na área.

Entre as vítimas está um homem que morreu quando o seu apartamento no bairro de Torreforta, em Tarragona, desmoronou parcialmente num evento que o Departamento do Interior vinculou à onda de choque do acidente químico.