EFELondres

Duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas nesta sexta-feira após serem esfaqueadas por um suposto terrorista nas imediações da Ponte de Londres, segundo fontes do governo britânico, que também informaram que o próprio criminoso, que usava um colete explosivo, também morreu após ser baleado por policiais.

O ataque começou num prédio numa extremidade da ponte, conhecido como Fishmongers' Hall, de acordo com a comissária chefe da polícia da capital britânica (Scotland Yard), Cressida Dick, que concedeu uma entrevista coletiva. Ela alertou que as investigações continuam para que sejam descobertas as motivações do terrorista e se havia outros envolvidos.