EFEPequim

A província chinesa de Hubei, epicentro da epidemia do novo coronavírus, registrou esta quinta-feira 108 novas mortes devido à doença, enquanto o número de novas infeções diagnosticadas foi de 349, o mais baixo desde 25 de janeiro.

A Comissão Provincial de Saúde de Hubei informou hoje que, até às primeiras horas da manhã, 62.013 pessoas estavam infetadas na região, 9.128 das quais estão em estado grave e 2.050 em estado crítico.

A fonte acrescentou que 1.209 pessoas tiveram alta na quarta, após responderem positivamente ao tratamento contra o Covid-19. Assim, os números totais até agora são de 2.029 mortos, 62.013 infetados e 10.337 curados na província.

A cidade de Wuhan, capital de Hubei, sob quarentena desde 23 de Janeiro, continua a ser o ponto mais afetado, com 1.585 mortes e 45.027 contaminações registadas.

As autoridades provinciais de saúde informaram que 214.093 pessoas próximas a doentes foram acompanhadas clinicamente. Entre elas, 65.525 permanecem sob observação e 3.456 são suspeitas de terem sido contagiadas.

Na ausência dos últimos números publicados pela Comissão Nacional de Saúde da China, a soma dos novos dados de Hubei e dos últimos dados nacionais publicados na véspera dá um total de pelo menos 2.112 mortes e 74.534 infeções diagnosticadas no país.