EFELas Palmas de Gran Canária

O incêndio florestal na ilha espanhola de Gran Canária começou a abrandar esta madrugada depois de três dias completos a arder sem possibilidade de controlo, segundo anunciou na sua conta do Twitter o presidente do Governo das Canárias, Ángel Víctor Torres.

As primeiras notícias desta terça-feira sobre a situação do fogo indicam além disso que não entrou na Reserva Natural de Inagua, um valioso espaço natural que já se queimou no grande incêndio de 2007, onde o pinzão azul da Gran Canária (espécie exclusiva da ilha e em perigo de extinção) tem um dos seus últimos redutos.