EFEWashington

Uma juíza bloqueou uma lei anunciada em julho pelo governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que previa ampliar o alcance da deportação acelerada de imigrantes ilegais com menos de dois anos no país.

A juíza Ketanji Brown Jackson, do Tribunal Distrital da Columbia, informou de uma decisão judicial que trava a aplicação do programa de "expulsão acelerada" anunciado em 23 de julho pelo governo, segundo o jornal "The Washington Post".

Essas deportações -destaca a impresa americana- aplicam-se a imigrantes ilegais capturados nos 14 dias seguintes à sua entrada ao país e dentro de uma área de 100 milhas (160,9 quilómetros) no território americano delimitado a partir da fronteira com o México.