EFEWashington

A ministra espanhola da Justiça interina, Dolores Delgado, afirmou hoje que a negociação com o Unidas Podemos para investir Pedro Sánchez como presidente do Governo continua "no caminho", voltando a destacar que o "propósito" do PSOE é que as eleições não se repitam.

"O propósito é que não haja eleições, foi o que presidente disse. Eu acho que com um grande senso de responsabilidade pediu justamente isso, responsabilidade às forças políticas. Os cidadãos disseram muito claramente o que queriam a 28 de abril", afirmou Delgado.

A ministra posicionou-se assim sobre a quinta reunião realizada esta terça-feira Sánchez e o líder do Unidas Podemos, Pablo Iglesias, para tentar conseguir um acordo.

Esse encontro acabou com um duríssimo cruzamento de reprovações entre os dirigentes de um e outro partido e sem previsão, por enquanto, de uma solução ao problema, o que volta a despertar o fantasma de uma repetição eleitoral, que aconteceria a 10 de novembro.

Perguntada sobre as dificuldades para chegar a um acordo, a ministra explicou: "há um diálogo, há uma negociação, há uma série de pontos dos quais partiu neste caso o Governo e o presidente Sánchez e todos os que formam a equipa negociadora. E aí estão, no caminho".

"Está-se num período, num momento de negociação. As propostas estão aí e suponho que isto é o que uma negociação consiste, oferta e procura", acrescentou.